Cerâmica indígena encontrada no Lavrado Roraimense

Pesquisa Arqueológica

A Granada Mineração realizou a pesquisa arqueológica de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico autorizada pela Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Roraima – IPHAN/RR.

Essas atividades fazem parte do Licenciamento Ambiental da Extração Mineral

  • Basalto, com área de aproximadamente com área aproximada de 48 hectares no município de Boa Vista, no estado de Roraima, que tem como finalidade a lavra da rocha basáltica para produção e comercialização de brita em escala comercial.

No site do Iphan constam as orientações gerais para o Licenciamento Ambiental no link a seguir:

Orientações Gerais para o Licenciamento Ambiental

As áreas de influência do empreendimento Extração Mineral (Basalto) podem ser conferidas no link a seguir:

Extração Mineral (Basalto)

 

Licenciamento Ambiental

Os estudos necessários para avaliação de impacto ao Patrimônio Arqueológico foram definidos pela Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Roraima, de acordo com os procedimentos e critérios previstos na Instrução Normativa n°001/2015.

No site do Iphan as orientações de como realizar o Licenciamento Ambiental estão no link a seguir:

Como realizar o Licenciamento Ambiental

Patrimônio Arqueológico

Os bens de natureza material de valor arqueológico são definidos e protegidos pela Lei nº 3.924, de 26 de julho de 1961, sendo considerados bens patrimoniais da união.

Você pode acessar mais informações sobre o Patrimônio Arqueológico no site do Iphan, através do link a seguir:

Patrimônio Arqueológico

Você sabe o que é arqueologia?

  • a ciência que estuda o passado humano através dos artefatos deixados por eles. A Arqueologia possui várias áreas de estudo, sendo que todas elas têm como foco investigar o passado humano através dos bens culturais.

E o que faz o Arqueólogo?

Quem faz arqueologia é reconhecido como arqueólogo, profissional responsável por aplicar métodos e técnicas específicos para a identificação, estudo e conservação dos vestígios arqueológicos encontrados em sítios arqueológicos.

A profissão de arqueólogo é regulamentada através da Lei nº 13.653, de 18 de abril de 2018.

 

Você sabe o que é um sítio arqueológico?

Os sítios arqueológicos são os lugares onde podem ser identificados vestígios arqueológicos em contexto significativo. Neles ocorrem a pesquisa e a coleta do material que será analisado em laboratório.

Os sítios arqueológicos podem ser identificados em diferentes ambientes: ruínas, caminhos, habitações, a céu aberto, grutas, cavernas, furnas, próximo a cursos d’água, das matas, em morros, até mesmo no quintal das nossas casas.

Sítios arqueológicos no município do Empreendimento

A Área de Influência Indireta – AII do empreendimento Extração Mineral (Basalto) corresponde ao município de Boa Vista –RR, por sua vez, situado na Mesorregião do norte de Roraima. O município de Boa Vista apresenta 80 sítios arqueológicos registrados no Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos (CNSA) do Iphan.

No Estado de Roraima o município de Boa Vista é o que apresenta uma maior quantidade de sítios arqueológicos. Um território ocupado por diferentes etnias dentre as quais Macuxi, Whapixana, Taurepáng e Paraviana etc, estima-se que vários outros grupos também tenham ocupado, senão passado por esta região e deixado vestígios de sua ocupação (FARAGE, 1997; SANTILLI, 1997; FRANK, 2002). Neste contexto a arqueologia constitui-se como importante ferramenta para conhecimento e registro destes grupos.

Alguns sítios arqueológicos com informações georreferenciadas para a Área de Influência Indireta – AII da Extração Mineral (Basalto), podem ser conferidos no link a seguir:

Sítios Arqueológicos

Por que devo cuidar do Patrimônio Arqueológico?

Qualquer pessoa que encontrar um artefato ou outro bem de valor cultural, como os sítios arqueológicos, nos quais podem ser encontrados desenhos/inscrições rupestres, vestígios cerâmicos, vestígios em pedra lascada ou polida, etc., pode contribuir para sua preservação. Ao encontrar um vestígio ou um sítio arqueológico alguns atitudes são essenciais para preservá-lo, pois somente os profissionais capacitados estão preparados para estudá-lo.

Caso encontre um desses bens ou locais, comunicar ao órgão responsável pela guarda do patrimônio público, o Iphan, ou entrar em contato com a Secretaria de Cultura da sua cidade.

No Estado de Roraima, a superintendência do Iphan fica localizada na capital Boa Vista.

Endereço: Rua Coronel Pinto, 465 – Centro. Boa Vista-RR, CEP. 69301-150.

Email: iphan-rr@iphan.gov.br

Tel.: (95) 3623-2953

Outras informações estão disponíveis no site: http://portal.iphan.gov.br/rr

Saiba Mais

Esse trabalho está disponível para consulta pública no Sistema Eletrônico de Informações – SEI/Iphan, através do n° 01419.000131/2018-85.

O Relatório de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico da Extração Mineral (Basalto) está disponível através do link a seguir:

RAIPA_Extração Mineral (Basalto)

Referências Bibliográficas

FARAGE, Nádia. Os Wapichana nas fontes escritas: históricos e um preconceito. In: BARBOSA, Reinaldo Imbrozio (et al). Homem, Meio Ambiente e ecologia no estado de Roraima. INPA, Manaus, 1997.

FRANK, Erwin H. A construção do espaço étnico roraimense, ou: os Taurepáng existem mesmo? Revista de Antropologia, São Paulo, USP, 2002, V. 45 Nº 2.

GASPAR MELO, P.H. S. Relatório de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico da Extração Mineral (Basalto), no município de Boa Vista, no Estado de Roraima. Gasparq. Fortaleza, 113p. 2020

SANTILLI, P. Ocupação territórial macuxi: aspectos históricos e político. In: BARBOSA, Reinaldo Imbrozio (et al). Homem, Meio Ambiente e ecologia no estado de Roraima. INPA, Manaus, 1997.